quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

peregrino da paz

Vai peregrino ao sabor do vento levar alento
Vai peregrino como ave errante
procurando o ninho
Vai pelos caminhos do Destino
esperando um oásis de paz encontrar
Vai peregrino rompendo as guerras,o medo
Matar a tua sede de paz
Vai rasgando o véu, rasgando céus
Vai como um semeador plantar uma flor
No deserto dos homens, sem alma, , sem amor
Rega tua flor com lágrimas de esperança
De paz seja teu caminho de amor o teu Destino
Não é porque se é judeu ou palestino,muçulmano
ou qualquer outra nacionalidade
que se quer guerras e mortes de inocentes
Separem o joio do trigo
Existe os que lutam pela paz e a igualdade
Nem só de ódio vive a humanidade
Tem os que acreditam em uma flor chamada amor


( Dedico a todos que lutam pela paz)

Clicia Pavan - poeta e adminstradora da poeticadigital

1 comentário

Clicia disse...

Amiga linda obrigada!
Um beijo
( seu blog tá +++++++++++++)

Postar um comentário

^