domingo, 11 de janeiro de 2009

PAZ EM GAZA, PARA TER PAZ EM CASA!

clique na imagem

Parem tudo!

Não podemos ficar de braços cruzados diante da chacina!

Não importa se é lá longe, se é por razões que não entendemos, se não nos diz respeito. Espera aí! Como não nos diz respeito? Somos todos a mesma coisa, da mesma espécie: pele e osso, sangue e lágrima, vida que faz vida. Não podemos ficar impassíveis diante de qualquer horror! Não podemos ter paz na nossa casa, se há tanta desumanidade em Gaza (ou qualquer outro lugar).

Não importa quem tem razão. Interessa apenas que as pessoas estão vivendo à beira da morte, semanas de desespero, sem conseguirem comer, dormir, trabalhar, ter privacidade, dignidade. Sequer socorro médico conseguem! A razão se discute, se argumenta, mas a chacina precisa de medidas urgentes e de todo o planeta!

Já se imaginaram no lugar daquelas pessoas? Já pensaram que poderia ser aqui, e que o resto do mundo estaria assistindo, sem nada fazer? Será que isso já não aconteceu antes, e nos causa espécie até hoje?

Como pode? Século XXI e nada mudou? As cidades sendo bombardeadas e o resto do mundo preocupado com a crise, com moda, com artistas, com festas e viagens, e as pessoas sendo mortas aos montes, sem que o resto do mundo faça nada? Onde estão os governos? Onde estão os embaixadores, cônsules, representantes da ONU? Então vai ficar tudo por isso mesmo? Por que o mundo não bloqueia o comércio com os países implicados, como já fizeram com Cuba? Por que não há mais rigor no trato com Israel?

É preciso que nós pressionemos nossos governos para que tomem posição, façam algo! Não acredito que poetas, escritores e pensadores achem tudo muito natural e fiquem quietos. Temos a palavra, o poder de divulgação, temos nossa opinião, temos o dever de alertar e instruir a população! Que acionemos nossos grupos de poesia, nossos conhecidos do governo, nossos amigos, para que internacionalmente façamos algo em relação ao que está acontecendo em Gaza.

É desestimulante assistir a tudo isso pela TV, sabermos de crianças e velhos sendo massacrados, mães chorando os filhos, jovens empunhando a morte, sem opção. Mas é muito pior viver tudo isso! É infinitamente mais aterrorizante ver a dilaceração e ouvir a dor do sofrimento humano.

Não podemos ficar de braços cruzados diante de um novo holocausto!Tomo a liberdade de convocar todos os poetas e escritores para – por uma semana que seja – pararem de enviar poemas ou textos de qualquer outro tema, para todos os sites e blogs, que não seja sobre a necessidade urgente de PAZ em Gaza.

E que divulguem!

Façamos uma corrente de PAZ para todo o mundo, e que comovamos os governantes para que EXIJAM o cessar-fogo imediato em Gaza!

Vamos mostrar o poder da palavra, o poder da internet, o poder do ser humano de ser humano.

PAZ EM GAZA, PARA TER PAZ EM CASA!

lilian maial
poeticadigital

1 comentário

ADELA CASADO disse...

Lo que está ocurriendo en Gaza ... no tiene nombre. Tienen que parar estos ataques.
¡¡¡Por la Paz!!!

Postar um comentário

^